• Hélio Couto

Economia Compassiva I





O que é uma Economia Compassiva?


É uma economia em que as pessoas se ajudam. A definição é simples, mas a implantação levará séculos. É uma decisão de cada pessoa quando alcança a Iluminação Espiritual ajudar aos demais na medida das suas capacidades.


Quando as pessoas virem que os que praticam a EC são prósperos e continuam prosperando cada vez mais, ficará evidente a vantagem de aplicar a EC em suas vidas.


John Nash, Nobel de Economia de 1994, provou que a colaboração é melhor que a competição. A base teórica já existe. A questão é a colocação em prática na vida de cada um. É uma opção pessoal e somente pela própria experiência a pessoa entenderá o conceito e optará por ele.

O princípio da EC é que sempre dará melhor resultado para todos se ajudarmos aos demais. Isso deve ser feito de forma desinteressada e altruísta. Ajudar porque é a coisa certa a fazer. E é a melhor coisa para todos os envolvidos. Quando ajudamos nós progredimos de inúmeras formas. Toda ajuda volta mais cedo ou mais tarde multiplicada para nós. Mas, não ajudamos por causa disso. Não é uma troca. É unilateral. Ajudamos porque acreditamos que é o melhor. E os resultados mostram que esta é a melhor coisa que se pode fazer. Ajudar sempre incondicionalmente.


Quando pagamos o melhor salário possível (que possamos pagar) a melhoria de produtividade dos funcionários será evidente e boa para todos. Todos ganham.


Na EC ninguém é obrigado a prosperar, trabalhar, estudar, etc. Deve-se fazer isso de livre vontade. Nada é imposto do alto. Mas, todos são incentivados a fazerem o máximo de suas capacidades. Com o passar dos anos mais pessoas aderirão ao princípio e depois de alguns séculos isso poderá ser a norma no planeta. Da mesma forma que o é em planetas avançados.


Todo ato de ajuda gera um efeito multiplicador. É o que se fala sobre o Efeito Borboleta da Teoria do Caos. Um pequeno gesto ou causa tem um efeito muito maior do que se esperava. Numa EC em sua fase final todos tem trabalho, todos têm oportunidades, todos se ajudam e o que realmente importa é o desenvolvimento espiritual, mental e emocional de cada um. Todos alegres e felizes em evoluir e prosperar. Isso é perfeitamente possível. Parece utopia no momento, mas pode ser verdade para cada pessoa que entender e sentir o conceito.


Hélio Couto

www.economiacompassiva.com.br

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

Hélio Couto - Economia Compassiva - Todos os direitos reservados

  • Spotify ícone social
  • YouTube Social  Icon
  • instagram
  • Facebook Social Icon
  • LinkedIn Social Icon
Pat logo5.png